LYRICS.AZ APPLICATION

Download from Apple Store
Download from Google Play

Pp - Acorde lyrics

Acorde, escute o acorde..
Recorde, em tempo record
Um vira lata não pa**a a pata, late e morde
Preparado pro combate eu to PPela orde ...
Não fode, chegado como pode?
Ou me paga um prestobarba ou não ri do meu bigode
Porque quando a bomba explode, brod, foge..
O teu, irmão ateu ja ta gritando oh my god
Oh my dog !!! foi bem facil acordar
Dificil foi recordar e achar alguem pra concordar
Com minha loucura, um mero rastabura na fissura
Tão doce quanto duro parecendo rapadura
Em singapura, meu sonho é tomar uma pinga pura
Que talvez seja a cura pro meu medo de altura
Medo da criatura que dirige a viatura
Manipula e censura minha mente que não atura
Não atua como a tua voce tem oque procura
Cada um tem uma chave pra abrir uma fechadura
E a porta que importa quase sempre é bem rara
Mas viemos do dandara que cara, nós é dandura
Na captura tamo de um violão com corda
Violando coração a**im qualquer vilão concorda
Entrando pela borda, nadando contra maré
Mas sabe como é onde nós não couber, transborda!

Acordo, as vezes com o meu pé esquerdo
Discordo, do dia se eu não durmo direito
O jeito, é sem jeito mas é sempre sujeito
E minha mãe fala comigo pedro para para pedro
O segredo, é só seu e é sagrado sem medo
O anel que tu me deste machucaste meu dedo
Alma presa, virei presa, de surpresa fui pego
Muita praga na minha saga pra tirar meu sossego
Mas fui cego surdo e mudo como um chipanzé
Vendo cada absurdo entre Maria e josé
Quero magia e café, dou mais um trago na fé
Quando eu me apego eu não apago o mago ta de migué
Mas não dependo se quer, de nem um truque barato
Papaquerando as barata e coligado com os rato
E no boeiro rola as fita esquisita, isso é fato...
[Lyrics from: https:/lyrics.az/pp/single-2014/acorde.html]
Eu vou virar um eremita, ir morar la no mato
Po a comida na brasa e uma casa na arvore
Um cochilo la na praça no banquin de marmore
Acordar e ir a caça, rapidin a vida pa**a
Vou curtir oque é de graça e quando atrasar correr
Acorda, chega pisando na corda bamba
Se é bamba, a gente se recorda do samba
De roda, nunca vi uma parada tão foda
é bom pra caraca, bom pra kawaka, pra caramba
Cacilds, o coração vai dando seus tiltes
No tombo tomando vários combos e hits
Levite, não venha aqui pra me por limite
Me evite. se for pagar um pau não palpite
Medite, fazendo o verdadeiro underground
Pa**ei perrengue na city, desci degrau por degrau
Fantasmagórico e fantástico o rolé foi mil gral
Eu fiz do copinho de plástico o meu santo graal
Me tire do cadernal, me de um caderno e tal
Esse inverno ta um inferno me de meu gardenal
Essa batalha é naval, também terrestre e aérea
Erguer muralha é legal o clima é de sibéria

E eu to pa**ando mal, eu to sentindo minha artéria
Achando que e carnaval, pulando a coisa ta seria
E eu no segundo grau, devendo varias materias
Mas o leão que é leal, não pode vira quimera
Quem dera ser natural, agradar belas e feras
E me sarar no sarau, será com toda galera
Se no caminho tem sal, o caramujo espera
Vai dar tora de braw se cada um der uma intera

Acorde, acorda que eu acordo pro sonho
Mais estranho que existe, minha vida eu componho
Mesmo triste dou uma cochilada me recomponho
Ponho fé na caminhada, e no fim eu suponho

Sou cachorro vira lata sem dindin e sem dono
Hiper ativo primata, to sem fome e sem sono
Tão louco na lucidez 46 cromossomos
Onus e bonus talvez, de acordar como somos

Correct these Lyrics