LYRICS.AZ APPLICATION

Download from Apple Store
Download from Google Play

DJ LX - Dream Team Vol.1 lyrics

[Verso 1: Dalsin]
Cruzei a fronteira num avião teco-teco
Do Paraguai, o lousa branca de nome Tico
Produto cla**e pra quem curte dar um teco
Meio tanque, 15 prata cada um, mano, dois tiro
Varei de D20, os block dos puli na vila
Lá vem dois rocan e uma caravan com as roda loca
'Presta o capuz e aperta ali na garoa fina
Dama**a é o bonde, fumando de blusão e toca

[Verso 2: Tubaína]
Vou partir, de repente nós se tromba
Acelera e deixa tomar conta
Eu vim na bronca de te ver melhor
Baby, na melhor te dou um salvão
É nós sempre, a banca mais quente
Se os meus manos tão, dez
Camisa 10, sigo bem vilão
Não fale truta, não fale, trabalhe
Que pra ser merecedor tem que ter visão
[Verso 3: Don Cesão]
Din din dong, toma o din-din
Milhões de visualizações e nos encontramos a**im
Autor de um refrão de um som que nem tinha refrão
Sou Don Cesão, mas você não
Nunca vai me entender, não é questão de "se vendeu"
Se vendeu, tem mais de mil moleque ai querendo ser eu
Me lembrei de quem desmereceu
Meu maior adversário sou eu e se eu errar fudeu

(One, two, three, check motherf** mic)

[Verso 3: SPVic]
As linhas mais caras são minhas, soam raras
Destinam ou separam?
ABR ou ABL
Desdenha o objetivo ou ainda encara?
Refina outra safra
Defina-se o limite te para
Dissolvi falsos MC's com conteúdo do Saara

[Verso 4: Spinardi e Qualy]
Rap do rap, não mostra o que é
Minha cabeça de pé
Rap boombap me segue
Dama**a na peita e no cap
E toda a panela que hoje nos teme vem desde muleque
Antes da cama que geme
Castelos que tremem
Pra auto defesa eu sou meio banco meio empresa
Até resolvo por telefone, mas se o sangue subir vai ter surpresa
Tô no mapa parça, pelo verso persuasivo entrego o máximo de amigo possível
Eu sigo elevando o nível
Sem ênfase pra besteira
Leão que reina na selva não se preocupa com a opinião da dona ovelha
Quer que eu desenhe ou deu pra entender?
Tudo aquilo que eu tinha pra te dizer
Fé de cristo, tudo fede
Seu reflexo ainda é você
Ajo por impulso bora a sorte colabora agora
Chora se ficar de fora
Sobra é predatória
f** you notas promissórias
Vitórias irrisórias, ora
é um pequeno pedaço da história da ascenção da escola

[Verso 5: SPVic]
E eu digo glória (glória)
Extenso gastei sola
Penso em um plano escolar
Só dei sentido à sigla
Que é quando um pork esmiuça
Pelo rádio e sinta a força
Pela fé que ajuda, aguça

[Verso 6: Pizzol]
Largando rimes tipo psiquiatra, psicopata
Bis, te maltrata
Em apenas oito linhas, oito barras
E o que foi proposto
Sei que é suficiente pra mudar feição do rosto
É o desgosto quando a ma**a fala do Dama**a e nada mais
Falsos MC's não encontram paz
Três letras, a sigla, o logo
Disciplina, Música e Caráter, fudendo o jogo

[Verso 7: $yro]
Não é encenação
$yro em ação nessa função toda semana
Não explana minhas puta e as doze intimação sem drama
Falam mal do meu clipe que não era um hino?
Vocês nem fizeram show depois da saída do $yro
Era seu último suspiro perdido nos tiros
E agora quem é que está falecido?
Na Evoque com a Panicat
Que eu levei embora depois do meu show de rap

[Verso 8: Febem]
Caveira do He-Man
Felipe ou Febem? Dá um google
Peso pesado na rima
Igual um trem cargueiro
Levando corpos de MC's que já matei ao túmulo
Acredite, não duvide
Pense bem, é mútuo
Do 288 aquele que não morreu
Seja na rua, no palco, o meu seguro sou eu
DMC é a sigla
No rap é o bicho que faz música, dinheiro e coleciona inimigo

[Verso 9: Renato Sheik]
No Opala 67 contornando a Brasil
Com uns 10 loquinho na mala, quem me viu, viu
De terno preto, teto baixo, nego
Sem deixar rastro, nego
Eu sinto cheiro quando queimam pavio
Escorrendo das sirenes, minha banca nunca treme
Disciplina e liberdade pra quem viver linha de frente
Faço o que de na mente, o loco consciente
Age, consertar nos porres, e o medo é pra quem teme
Falou

[Verso 10: Bitrinho]
One, two, one, two no microfone
É tipo Jim Jones, Jon Jones, Moob Deep no fone, sem clone
Eu sou cachorro sem dono, sempre com fome
Ó! O que é difícil mudar, só fiz pra mim não afundar
A vida é um mar de rosas, só não pode se afogar
Piolho no molho engatou marcha ré
Queimo na seda, no bong e no pipe
Pilacos levados, cem copos no pé
Mais uma dose, Dama**aclan psicose

[Verso 11: Neg]
Fecha firme e forte na corrida com os irmãos
Vai ter que bater no peito pra entrar pra facção
Não, só menino bom com certeza
Não apenas uma banca, somos mais que uma empresa
A gente segue firme e forte, mano, sem tirar ninguém
Dama**a é união e as ideias vai além
É vida loka e é melhor a gente não ficar de toca
[Lyrics from: https:/lyrics.az/dj-lx/-/dream-team-vol-1.html]
Fica falando dos outros (no pescoço vai pra forca)

[Verso 12: Flow MC]
De manhã tava no cap pra de noite não ser loque
Os verme nessa selva vivia a base de croque
Metendo block pros pilantra e pras luta arrastada
Dou aquela bagunçada, mas só preso a caminhada
(Ô tio!) 10 anos, meu parça, não são 10 dias
Já vi que cê se apega pelas racha dessas tias
A milidias sem flipa sendo peça fundamental
Sim, Dama**a! Tempo bom, ser real não é opcional

[Verso 13: Nog]
(É o mic check, um, dois
Chayco, Predella, Tangi, tio Nog é a**im ó)
Direto que eu vejo o momento que eu sinto pena de vários arrombado
De vários filha da puta que tava do meu lado
Que rebolava o rabo se mais de um centavo pingar, se pá
E agora viado quer me roubar
E pode vim, sou dama**a e cê pode cobrar
é só me trombar
Eu podia só te matar
Que nóis é ruim pra caralho
Já fui do seu lado
Mas a vida cobra
Eu sei que Deus é justo e sai caro

[Verso 14: Predella]
Sai loco! reparo nas fita, nos fato
Que cada preparo da vida não para no ato que Deus me deu
Um, dois, uma de saída
É como um ensaio sobre a cegueira me cega no ar
Tô na corrida confuso por tudo
Lembro do mesmo motivo de quando eu dei a partida no carro
Ao lado de mágoa, ao lado de dores
E várias vadias, se ver tá na cara
Ela senta na vara
Mas não vale 1/3 que vale minha minha
Eu percebi valores à escolha jamais a deriva
Sou sempre Dama**a, meu parça
Dama**a na praça, na disciplina

[Verso 15: Chayco]
Cuidado a quem aponta o dedo
Vi o impossível ser relativo aqui
Os que só falam vi sucumbir cedo
Não por falta de benção
Foi por receio de quem são
Mais de trinta o bonde tudo preto
Não é velório mas pode ser seu enterro
Vem de preto, dá uns puxa
Pingar mel nas techniques
Cruzando paz pelo céu
Dente de ouro, boot tudo preto

[Verso 16: Philipe Tangi]
Convocado pra missão
De invadir o mundão
Com a banca mais pesada
Meu clã é 100% nata
Dama**aclan é que carrego pela estrada
Enquanto nois trabalha vagabundo procura uma falha
Vai segurando pois é só o começo
O reconhecimento não tem endereço
O logo não tá na camisa, tá no peito
E se quiser me ver no chão então me paga o preço

[Verso 17: Covero]
E a verdade liberta, escreve tua alma
E se ficar de bobeira pra sair dessa rua te ensina com sangue
Eu sou um filho da noite
O cão raivoso Dama**a
Sem pedigree e sem raça
Se procurar cê encontra
É tudo meu então vaza

[Verso 18: Smoke]
No contrafluxo mesclando rimas
De jet life na city
Vidro fechado acende o beck
Da quebrada pro centro chove o clima tenso
Os cop querendo tumultuar
Eu observo atento
Vejo tudo e eles não me vê
E te garanto o que eles fazem, na real, não pa**a na TV
Despreparo é notável, lamentável
Não é problema meu até eles acharem que sou

[Verso 20: Geléia]
SP não dorme
Pirituba consome de monte
Crack, bala, doce, nine-nine
Sem citar nomes pa**a seu telefone
Pra sua segurança é melhor comprar uma glock
Os loki entra em choque
Cuidado com o Sherlock
Conheço todas as função da Oeste-Norte
Guerrilheiros meu bonde
Comédia não se envolve
Pra quem brincar com a morte
Desejo boa sorte

[Verso 21: DJ LX]
Dama**a tim tim
Clicou na taça
Minha raça é dream team
Gera fumaça
Oito linha nove bala
O dedo coça e dispara
Largo sete no pente, uma na agulha
E outra na sua cara

[Verso 22: Jonas Bento]
Bem mais que um bonde
Bem mais que um nome (Dama**aclan)
Vinha do nós
Venha provar beber da fonte
Caráter, Música e Disciplina
Dama**aclan, terror das [?]

[Verso 23: Ursso]
Mais que um marco
Presença na linha de tempo, parcero
Trampando o dia inteiro DMC
Quem que vai dizer que não correu
Não subiu, não se uniu pra ver
Mais que estampa, que banca que é só refrão
De vivência de vida que escreve o som
Teve quem viu pra crer, quem pagou pra ver
Nem vem de frustração, Dama**a é o poder

[Verso 24: Flip]
Essa rima não é pros bico não
Essa não é pros hater
Nem pras peladinha do Instagram
Quem não é visto não é lembrado então esquece
Que nem uma linha desse rap eles merece
Cala a boca, eu sou dono do meu silêncio
Não sou escravo de palavras jogadas ao vento
Eu sou Flipão Zero Real
Eu sou Dama**aclan
Eu sou suspeito pra falar dos meus amigos eu sou fã

Correct these Lyrics